quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Praticidade: vidro de pimenta que já vem com moedor.


Olha só que legal o que eu achei nessa semana:

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Manchinha na visão? Corra ao oftalmo!

Sério, não fique perguntando ao Google, ele vai te tranquilizar ou te preocupar demais. Uns sites dizem "não é nada" e outros "você vai ficar cego". A única pessoa que pode te esclarecer o que está acontecendo é o seu oftalmo. Ele não estudou anos à toa (ok, alguns não honram a profissão... mas não vêm ao caso).

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Feira em Dois Córregos

Feira em cidade pequena é uma delícia, né! Queijo fresquinho, manteiga natural (ai meu São Colesterol!), café torrado e aquela simpatia que só o pessoal "de sítio" tem.

Fui lá para comprar um queijinho para minha mãe e acabei fazendo a festa. A "tia" do café me ganhou quando ofereceu o pó: "É novinho! Foi coido, torrado e muído onti!". Falando isso com um bagaço de laranja na boca, toda "simprona". Quer café melhor que esse? Sem "grotóx", sem química, só café! Delícia dos deuses! O cheiro dele é bem diferente dos Melitas da vida.

E o queijo? Saiu da forma para o saquinho e então para a minha sacola. É claro que como é produzido artesanalmente, corre-se o risco de doenças e outras coisas que foram erradicadas com as normas de saneamento do ministério da agricultura e tudo mais. Mas a minha avó fez queijo e manteiga assim a vida toda dela. Não dá pra simplesmente cortar da nossa vida essas delícias naturais só porque não têm o selo de um órgão do governo.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Espátulas para patê com palitos de sorvete

Olha só que idéia lega que minha mãe teve.
Nos últimos tempos andei brincando com o pirógrafo dela... Quando acabei com as peças de madeira da casa, ela sugeriu que eu fizesse pazinhas personalizadas para pegar patê.

Sempre que tem alguma recepção lá onde ela trabalha, ela precisa inventar formas de não misturar as espátulas para pegar patês de sabores diferentes. Escrever o sabor em uma pazinha de sorvete é uma alternativa criativa e econômica. Sem contar que dá pra fazer muitas para ir trocando. ;-)

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Entrada com berinjela, pimentões e gorgonzola

Receber as pessoas em casa para um jantar é um desafio. Descobrir quem não come o que, fazer uma  preparação antecipada, entreter os convidados com um olho na sala e o outro nas panelas, escolher o vinho...

Mas todo o esforço é recompensado quando ganhamos um elogio sincero "Hmmm, foi você mesma quem fez?" rs A foto acima é de uma entrada (ou aperitivo) que preparei uma vez e que recebeu inúmeros elogios.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Faça uma pazinha de jardinagem com garrafa de amaciante

Hoje eu estava replantando minha Aphelandra utilizando um vasinho velho como pá para não sujar as mãos... O vasinho não estava sendo muito bom, então fui fuçar na área de serviço por algo mais eficiente. Acabei fazendo minha própria pazinha de jardinagem a partir de uma garrafa de amaciante.

Desde o post do porta cabides que eu estava de olho nela, veja só como é fácil fazer:

  1. Peguei uma garrafa de amaciantes vazia, lavei e sequei bem.
  2. Cortei as alças e um pouco abaixo no formato de uma pá com estilete.
  3. Acertei as bordas com tesoura e um isqueiro.
  4. Prontinho, foi só usar para remexer e transportar a terra.
Além de fazer economia por não precisar comprar uma pá de jardim, esta solução é sustentável pois reutiliza o plástico que seria jogado no lixo. ;-)
Outra utilidade que percebi foi a de funil. Como o cabo é vazado, deu para utilizá-lo para colocar terra em um vasinho bem pequeno em que plantei sementes de orégano para uma muda.

Modelo de onde cortei:
Ah! Ao contrário do porta cabides, esta idéia não é original minha. Eu vi há algum tempo uma imagem no Ecoinventos. Pode-se usar outros tipos de garrafa pet, como desinfetante, molhos...

domingo, 12 de agosto de 2012

Domingo, dia de reunir a família

owwwww

sábado, 11 de agosto de 2012

Lifted, curta da Pixar

No maior clima de Curiosity - a sonda exploratória que chegou a Marte nesta semana - e Pixar, encontrei esse curta.

Lifted



E aí, agora entendeu porque às vezes a gente acorda com dores de cabeça? ;-)

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Merida, uma princesa forte e doce!

fonte: Disney Official Brave Website
Uma princesa DESCABELADA e cheia de CACHINHOS! Precisa mais para eu gostar do filme? Agora quando o maridinho olhar com cara estranha para mim de manhã, vou dizer "estou vestida de princesa"! kkk

Ontem foi noite de cinema, assistimos Valente (Brave), o novo filme da Pixar. É o primeiro do estúdio com uma princesa, e ela veio em grande estilo!
Merida é linda, cheia de personalidade, cheia de coragem e cheia de cabelos! rs
No comecinho do filme ela aparece ainda bebe e eu diria que é o bebe mais fofo do cinema de todos os tempos! A Pixar sempre capricha, né?

A estória foge do comum "princesa/reino/príncipe encantado" que a Disney sempre fez. O foco do filme é a relação da princesa com a rainha, então nem preciso falar pra levar lencinho, ok? O drama da princesa não é encontrar o seu príncipe salvador, mas sim encontrar o seu próprio eu. Muito mais condizente com as mulheres modernas.

Não tenho muita certeza se os meninos vão gostar. O filme tem várias cenas de ação, caçada, arco e flecha... Mas o grande tchan dele é a estória que toca lá no fundo da gente.
O cenário é maravilhoso também. Aquele cabelão vermelho correndo pela floresta escura... E nem vi a versão 3D, aqui em Campinas só tem a versão normal.

Falando nisso, se você ainda não viu e no seu cinema tiver a opção, fuja do filme dublado. Nem tanto pelos dubladores, mas pela trilha sonora. As músicas são lindas, mas as versões em português não ficaram nem aos pés das originais. Especialmente as duas músicas principais da Merida, que foi a Manú Gavassi que regravou. A voz dela é irritante, não combina com o clima da cena. Sério, quase tapei os ouvidos, quebrou o encanto do momento.
Depois de assistir fui procurar as versões originais e elas sim enchem nossos ouvidos e nos transportam para uma tempo da idade média, uma aventura... O original foi gravado por Julie Fowlis, que tem uma voz forte e doce ;-) e que combina muito bem com o clima do filme. A trilha toda lembra aquelas músicas de idade média, mas com um toque mais moderno.

E por fim, o filme é muito engraçado também, dei muita risada. A Meriva tem três irmãozinhos pestinhas que aprontam o filme inteiro e garantem a nossa diversão.

Meriva: Você é uma bruxa?
Velha: Carpinteira.
Meriva: Você é uma bruxa sim!
Velha: CarpinteeeEEEeiIIIIiiiiraaaaaaa.

kkkkkkkkkkkkk

Eu compararia este filme a "Up! Nas alturas". Uma estória envolvente, original.

Ah! E como todo filme da Pixar, chegue ao cinema no horário pois no comecinho, logo após os trailers, tem um curta. O curta da vez é o La Luna, que introduz o filme em grande estilo, contando uma estorinha bem poética.

Mais informações, fatos e fotos aqui.
Trilha sonora original aqui.

Trailer Valente (Brave) da Pixar

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

São Francisco com Chicão de biscuit


Essa fofura aqui em cima foi feita sob encomenda à talentosíssima Fatima Nakamatsu do ateliê Meu Cantinho da Arte by Fati.
Apesar de eu não ser lá muito religiosa, essa imagem significa muito para mim.
Eu AMO CACHORRO. AMO! Eu tive uma cadelinha dos 6 aos 18 anos, minha companheirinha. Morreu de complicações de velhice, tadinha... Mas me deixou um vazio imenso.

Passei a época de faculdade morando em apartamentinhos minúsculos que eu dividia com 2 outras garotas, sem chance de ter cachorro... Só que de tanta vontade de ter um, eu sempre parava com os cachorros dos outros na rua para "conversar". O maridinho que sabe a vergonha que eu fazia ele passar.. hihihi

Mas então, São Francisco é o santo protetor dos animais, então eu comecei a pedir a ajuda dele, pra eu poder um dia ter um cãozinho novamente... Até que em 2008 as coisas foram se encaixando...

Fui morar sozinha em um apartamento maior (era do maridinho, ele saiu da cidade precisava de alguém que cuidasse do condomínio). O maridinho começou a falar de casar, ter filhos... Eu "brinquei" (quem me conhece sabe que falei sério, hehehe): "Ah, vamos ter um cachorro antes, pra ver se a gente consegue cuidar". Afinal, ter um cachorro exige bastante comprometimento e responsabilidade!

Foi aí que o Chicão apareceu na minha vida... O maridinho topou a "quest" e fomos atrás de conhecer raças para encontrar a que melhor se adaptaria ao meu estilo de vida (apartamento, trabalhando o dia todo, viajando bastante...) Escolhemos a raça Lhasa Apso e deu certo que uma conhecida da minha mãe estava com uma ninhada... Pronto! Eu teria um cãozinho!!!

Inicialmente queríamos fêmea... Escolhi nome, comprei bichinho rosa... Mas aí a ninhada não trouxe fêmeas suficientes! A moça dona dos cãezinhos me ligou e perguntou se tudo bem o macho, e que precisava do nome para colocar no registro de pedigree. Eu pensei "Ai meu São Francisco, um macho??? Que nome eu dou a ele?" rs São Francisco... CHICÃO! Meu cãozinho peludinho fofinho chama-se Chicão, em homenagem a São Francisco de Assis.

Bom, aí eu já com o meu sapeca em casa comecei a procurar uma imagem do santo. Mas eu não queria dessas que parecem santo de igreja... Tristes, desolados... Eu queria um São Francisco feliz!

Até que no ano passado, passeando por sites de artesanato, encontrei a Fátima com um São Francisco de biscuit com cãozinho no colo. Enviei a foto do Chicão e ela fez essa belezinha de imagem!

Veja a foto que eu mandei pra ela, e abaixo o detalhe do cãozinho na imagem. Não ficou lindo???



Agora ele fica aqui do meu ladinho, protegendo o Chicão. ^.^
A Fátima tem uma lojinha no Elo7, se gostou, passa lá para conferir o trabalho dela. :-)

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Frango assado no saquinho: Meu Frango Assado

Produto bom a gente tem mesmo é que compartilhar.
Dia desses eu experimentei o Meu Frango Assado, um produto da Knorr para temperar e assar frango dentro de um saquinho!
É lógico que, o que me levou a comprar pela primeira vez foi a curiosidade de ver como "funcionava". Assar frango em um saco? Super estranho.

A embalagem traz um saquinho que vai ao forno e um pó com tempero. No caso Limão e Orégano, mas também já usei de Alho e Cebola.

Para fazer o frango, é só colocar ele (ou os pedaços dele...) dentro do saquinho, adicionar o tempero em pó e sacudir. Depois fecha o saquinho (com um fechinho que vem junto) e leva ao forno por uns 40 minutos.

fonte: http://meufrangoassado.knorr.com.br/
Parece estranho um saquinho no forno, mas olha só, o resultado foi uma delícia! O frango fica macio e molhadinho, resultado que sem o saquinho, só seria obtido com papel alumínio, pára e vira, pára e descobre...
;-

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Decorando cepo de madeira com pirógrafo


Depois de usar um pirógrafo para aprontar com o cachepô da minha mãe, foi hora de atacar o cepo de facas!
Não ficou bonitinho?
Ele era lisinho, super sem graça (abaixo). Agora ficou com uma carinha mais divertida.

No cepo eu desenhei a galinha e o porquinho à mão, usando copos para o formato. Mas ficaram tão bonitinhos, que fiz o modelo deles no paint. 
Já estou pensando em colocá-los em outros lugares!

Se quiser usar, fique à vontade, só seria legal me mandar as fotos depois! ;-)

Muito meiga essa galinha! Meigalinha!  :-P kkk

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Furando a parede sem sujar o chão

A dica hoje vai para os maridinhos furadores de paredes.

Muitas vezes, quando furamos a parede, cai um pó branco no chão que acaba grudando no rodapé, manchando o piso... Já tive problemas com isso em outro apartamento... Mesmo passando aspirador e pano, fica uma meleca.

Mas essa sujeira com o pó pode ser evitada colando uma sacolinha abaixo do furo (como imagens abaixo) com fita adesiva. O pó cai todo na sacolinha e o chão fica limpinho.


As fotos são do maridinho estreando seu presente de aniversário: uma furadeira/parafusadora à bateria. Super prática pois alcança qualquer lugar, não precisa de metros e metros de fios pela casa. Ele pregou nosso espelho novo na sala. :-)

Essa dica veio dos instaladores de cortinas que vieram aqui no ano passado. Colaram as sacolinhas e em 10 minutos fizeram tudo, deixando minha casa limpinha! :-D

domingo, 5 de agosto de 2012

Alguém andou aprontando...

Ai que dózinho da carinha dele... Ficou quietinho de castigo!.

sábado, 4 de agosto de 2012

Selador de plástico portátil

Essa pecinha aqui em cima é um selador de plástico manual. É outro de meus itens preferidos de cozinha, vale à pena ter um.
Não mais prendedores, araminhos... Ele veda o pacote e mantém o produto fresquinho. Perfeito aqui pra casa, somos só em dois e até pacote de bolacha recheada demora pra acabar.

Em uma ponta ele tem uma chapinha que esquenta e sela saquinho. Em outra ponta, uma espécie de faquinha pra facilitar a apertura depois.

É facinho de usar veja abaixo como fica.

Eu comprei da China, uns 2 anos atrás =P http://dx.com/p/mini-portable-handy-plastic-bag-sealer-3-5w-2-aa-42799

Mas depois disso já encontrei em outras lojas no Brasil também: http://compare.buscape.com.br/categoria?id=2742&lkout=1&kw=Seladora+Sem+Fio&mdsrc=24418116

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Museu da Língua Portuguesa + Pinacoteca + Mercadão!

São Paulo é a típica cidade que a gente ama e odeia. Odeio ter que ir a trabalho em dia de semana, amo ir passear aos finais de semana.

Aqui, vamos deixar de lado a São Paulo caótica e fedida que reina durante a semana e pensar só na São Paulo cultural dos finais de semana, ok? :-)

Pra quem é de Campinas, como eu, passear por lá é uma boa pedida. Em uma hora e pouco de carro a gente chega  (lembrando: final de semana tranquilo...) e se não quiser andar de carro por lá, dá muito bem para usar o metrô. Ótimo para quem não está acostumado a dirigir por entre as ruas de São Paulo.

Um domingo desses pegamos o carro e fomos passar um dia em Sampa. Roteiro: Museu da Língua Portuguesa e almoço no Mercado Municipal. Acabamos conhecendo também a Pinacoteca do Estado de São Paulo que fica bem em frente ao museu. Nós nem sabíamos da existência dela (shame on us), demos sorte de ter estacionado bem em frente.

Museu da Língua Portuguesa e Estação da Luz

Estação da Luz, recinto do Museu da Língua. Graciliano Ramos no detalhe.
Definitivamente, um local que não se pode deixar de ir em São Paulo é o Museu da Língua Portuguesa. Ele fica dentro da Estação da Luz, no Parque da Luz, dede 2006. Eu já havia visto na TV tempos atrás, mas ainda não tinha conseguido um tempo para dar uma passada.
Peças em metal produzidas por civilizações antigas.

Lá podemos conhecer as origens de nossa língua entre as diversas culturas que a utilizam. Também temos pinceladas de obras marcantes da Literatura Portuguesa.
De um lado a estação, de outro, painel com trechos de obras da Literatura Portuguesa.

O prédio da Estação da Luz é uma atração à parte. Ele foi inaugurada em 1901, e possui estruturas trazidas da Inglaterra que copiam o Big Ben e a abadia de Westminter. (fonte: Cidade de São Paulo) Chique, né? 

A entrada no museu da Língua Portuguesa custa R$ 6,00 (inteira), mas para visitar a estação em si, não paga nada! :-)
Para conferir a programação, visite o site do museuhttp://www.museulinguaportuguesa.org.br/

Pinacoteca do Estado de Sâo Paulo

Vista frontal do prédio da Pinacoteca do Estado. fonte: wikipedia

Não tinha como passar em frente e não notar, não é mesmo?
A Pinacoteca do Estado é o mais antigo museu de arte de São Paulo, fundado em 1905 e regulamentado como museu público estadual desde 1911. Abriga um dos maiores e mais representativos acervos de arte brasileira, com quase oito mil peças abrangendo majoritariamente a história da pintura brasileira dos séculos XIX e XX. (fonte wikipedia e Pinacoteca.Org)
Prédio da Pinacoteca visto de uma janela da Estação da Luz. Detalhe: escultura de cavalo feito em cortiça.
É uma delícia passear lá dentro. Encontramos quadros, esculturas, composições... Deu pra perceber que algumas salas são dedicadas à restauração de obras e outras à uma biblioteca.

O prédio fica no Parque da Luz e bem junto à Pinacoteca encontramos um café (viva! rs) bem charmoso. Pena que não tiramos fotos, mas parecia que tomávamos café em um castelo antigo europeu. Quando comentei isso, o maridinho, que é mais viajado, disse que pensei assim pois nunca fui à Europa... Mas.. foi assim que eu me senti! :-P


A Pinacoteca funciona de terça a domingo das 10h às 17h30 com permanência até as 18h. Às quintas até as 22h. Entrada franca das 18h às 22h. A entrada também é R$ 6,00 mas aos sábados é grátis!

Mercado Municipal de São Paulo

Vista interna do Mercado Municipal de São Paulo
Mercadão! Que delícia!!! Um lugar cheio de cheiros, de cores, de sabores! Cada banca uma surpresa! 
Comprei temperos, frutas exóticas e queijos! 
Ah! Dica! Cuidado com os moços que ficam oferecendo frutas para você experimentar! Elas REALMENTE são MARAVILHOSAS e você acaba não pensando duas vezes em desembolsar R$ 60 por um par de tangerinas. Sério! Ah, e eles aceitam cartão, o que matou nossa tática pão dura de ir com pouco dinheiro.

O almoço fui sanduíche de mortadela. Tão grande que tivemos que pedir pra embrulhar. Delicioso! Tem um Bar Brhama lá dentro, dá para chamar os amigos para um HH super estiloso. Fiquei com vontade dos pastéis e outras iguarias, mas o sanduíche de mortadela valeu por tudo!!

Não tirei fotos de mais nada lá... acho que preciso ir novamente! :-P


Lustre da Pinacoteca, cavalo em cortiça, detalhe da Estação da Luz e vista do prédio da estação.
Bom, taí o resumo de um passeio muito agradável em São Paulo! Abaixo coloquei um mapa com a localização do Parque da Luz e do Mercadão. Eu recomendo fortemente esse passeio a quem puder dar uma passada por Sampa. ;-)


Como chegar do Mercado Municipal de São Paulo à Praça da Luz:

Exibir mapa ampliado

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Sopa na caneca

Adoro sopa, ainda mais neste frio!
Adoro brindes! rs E se juntar os dois?

Ontem no supermercado encontrei essa gracinha de caneca que vem junto na compra de 10 envelopinhos de sopa Vono. R$ 15 o pacote, saindo a R$ 1,50 cada envelope. Não ficou caro.

Até pensei que 10 era muita sopa, mas se pensar que cada uma só rende uma caneca, não é tanto assim.
Antigamente eu até mantinha alguns envelopes na minha mesa de trabalho, ficava junto com minhas caixinhas de chás. Ótimo para relaxar no meio da tarde, ou nos dias que acabava tendo que ficar um pouco depois do horário.
O pacote vem com 10 sabores diferentes, uma boa pra sair experimentando e escolher as favoritas. São 3 canecas diferentes para colecionar. As corujinhas não são lindas? O tema das canecas é "sessão coruja" e eu acho que combinou super bem, sopinha à noite traz um conforto gostoso. Acho que na semana que vem vou acabar tendo que buscar mais uma para o maridinho!

Abaixo o detalhe interno! ^.^ Uma fofura, não? Corujinhas são muito fofas.


quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Cupcakes coloridos e recheados

Bolinhos recheados e decorados, para comer em 4 bocadas! Os cupcakes são a nova moda entre as guloseimas no Brasil. Opa! Até pareci a Sandra Annemberg no Jornal Hoje, heim? Nada deselegante! :-D

Mas então, em shoppings, festinhas, doçarias... Sempre tem um cupcake! Mas até este final de semana, apesar de todas as minhas lombrigas, eu ainda não havia experimentado nenhum. Muito menos preparado.

Neste fim de semana me juntei a minha irmã (outra lombrigosa) para fazermos os tais bolinhos de xícara (tradução literal e feia). Com isso eles já saíram com 50% de chances de ficarem bons! Em casa eu posso ter herdado o gene "metido a crafter" da minha mãe, mas as mãos de cozinheira ficaram com minha irmã. Meus bolos simplesmente não crescem! Por essas e outras quer eu invento coisas como a torta-bolo! rs

Entre os livros da minha mãe, encontramos uma receita básica que rende 12 cupcakes. 
Primeiro separamos as forminhas. Eu comprei daquelas de papel manteiga que vão ao forno. R$ 2,90 o pacote com 50.

Como não temos forma para cupcake, improvisamos com forminhas de alumínio para pão de mel. Minha mãe que tirou esta carta da manga. 
Sem a forminha de alumínio o cupcake pode se esparramar na forma de papel e virar uma bolachona!
Agrupamos tudo em uma assadeira maior.

Minha irmã foi logo preparando a massa para não correr o risco de eu me meter com ela! Olha só


Ingredientes 
  • 1 xícara de farinha de trigo 
  • 1 xícara de açucar refinado 
  • 1/2 xícara de leite
  • 2 ovos 
  • 100 g de manteiga sem sal
  • 1 colher (chá) de fermento em pó 
  • 1 coher (café) de bicarbonato de sódio
Preparando
Bata a manteiga e o açúcar até virar um creme. Acrescente os ovos aos poucos sem desligar a batedeira. Depois acrescente o leite, também aos poucos. Só então junte os secos, previamente peneirados. Vá juntando de colheradas, sem parar de bater.

Bata bem até virar uma coisa só. A massa fica muito fofa!
Depois é só colocar um pouquinho em cada forminha. Na receita a indicação era para preencher a forminha com ATÉ 2/3 de sua altura... Mas falhei ao medir no olhômetro e elas ficaram com um pouco de massa a mais. Resultado: só conseguimos 11 cupcakes!


Depois é só levar ao forno pré aquecido a 180ºC por uns 20 minutinhos. É super rápido. Eles cresceram tanto que chegaram a vazar um pouquinho. Os bolinhos ficaram bem leves e macios.

Enquanto eles assavam eu fui preparando o recheio. Fiz uma receita de beijinho:
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 pacote de coco ralado
  • 1 colher de manteiga sem sal
Levei ao fogo e mexi bem até quase se soltar do fundo. Eu queria um ponto mais mole que o de enrolar.

Depois foi só cortar um triangulinho nos cupcakes e colocar o recheio com uma colherzinha de café. 

Como eram apenas 11 bolinhos, não demorou muito. Se fossem muitos, seria mais prático fazer isso com um bico de confeiteiro. Eu fui bastante generosa com eles, ficaram até pesadinhos. Depois de encher o buraquinho tampei o triangulinho.

Aí é so deixar esfriar para poder colocar a cobertura.

Para a cobertura, a sugestão do livro era um glacê com

  • 2 claras
  • 1 xícara de açúcar REFINADO
  • 100 g de manteiga sem sal

Foi só bater as claras e o açúcar até o ponto de neve. Depois acrescentar a manteiga aos poucos.
Facinho né?
Pois é! Mas eu consegui errar nessa... Eu usei açúcar de confeiteiro... Então o creme nunca ficou durinho para confeitar... Deixei na geladeira, coloquei mais açúcar... Até perceber que eu trocara os tipos de açúcar. Aí resolvemos usar mole mesmo.


Decoramos com estrelinhas de confeito e tanã! Além de bonitinhos, ficaram uma delícia! Especialmente por estarem bem recheados!

Outras sugestões de recheio são:
  • Leite condensado cozido (doce de leite)
  • Geleia de morangos
  • Nutella
  • Brigadeiro
  • ... etc

Pin It button on image hover